Sexta, 22 de novembro de 2019
86 9 9983-4382
Esportes

10/10/2019 às 19h46

Liliane Alves

Teresina / PI

Ex-ginasta Lais Souza posta foto em pé e emociona os fãs
A brasileira comemora o fato de ser independente mesmo após a tetraplegia e deixa mensagem motivacional para os fãs.
Ex-ginasta Lais Souza posta foto em pé e emociona os fãs
Foto: reprodução

Aos 30 anos, a ex-ginasta Lais Souza surpreende a cada dia em sua recuperação da tetraplegia. Submetida a tratamento com células-tronco, a brasileira evoluiu consideravelmente desde o acidente em 28 de janeiro de 2014 que causou uma torção na coluna cervical. Nesta quinta-feira (10/10/2019), ela emocionou seus seguidores nas redes sociais ao postar uma foto em que aparece em pé e com as mãos na cintura.


“Independência. No começo, parecia impossível… INDEPENDÊNCIA”, escreveu Lais, no registro que recebeu mais de 80 mil curtidas.


A mensagem de otimismo de Lais Souza reflete um processo de recuperação incrível pelo qual passa. Ex-ginasta, ela decidiu se aventurar em outro esporte. Em 2013, passou a integrar a Seleção Brasileira de esqui aéreo e conseguiu vaga para disputar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.


Durante os treinamentos para os Jogos, nos Estados Unidos, Lais se chocou contra uma árvore e teve lesão na terceira vértebra (C3) da coluna cervical. A atleta perdeu movimentos, sensibilidade e controle de todos os órgãos abaixo do pescoço. Desde então, passa por tratamento com células-tronco e costuma postar nas redes sociais a evolução.


Em maio deste ano, ela divulgou um vídeo em que aparece levantando as pernas sozinha durante a fisioterapia. 



 





 


 

 



 

 


Ver essa foto no Instagram


 



 

 

 



 

 



 

 

 



Independência No começo, parecia impossível... INDEPENDÊNCIA. Eu saí de casa aos 10 anos de idade, a partir daí sempre fui independente (12 anos de seleção brasileira e 18 meses no Ski) Aos 25 anos tetraplégica, quando ouvi, naquela hora, NUNCA imaginaria que aprenderia duas coisas: a) eu seria INDEPENDENTE. Deus me deu a oportunidade de continuar a trabalhar e me sustentar, realizar, sonhar. (casar, animais, casa na praia...) b) eu seria dependente igual todos são, NINGUÉM cresce e vive sozinho. Agradeço a @xpinvestimentos por investir na divulgação de histórias que mostram que todos nós passamos por momentos tristes, mas ainda neste momento o futuro guardar os nossos sonhos. Compartilhe também um pouco da sua história com a gente com a #acreditenoimpossivel. Eu já estou curiosa para saber da história do rapaz que super admiro: @henrique_fogaca74 ????????????‍????


Uma publicação compartilhada por Lais Souza (@lalikasouza) em



FONTE: Metrópoles

Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium
Receba notícias do Portal G7 pelo WhatsApp WhatsApp